24.9.06

caracol

Carrego minha casa comigo
feito um caracol.

Minha casa são os meus livros,
os meus escritos,
minhas palavras;

minha casa são os meus gatos,
os meus filhos,
os meus amigos,
o meu amor.

Minha casa é o ar que eu respiro, o peito pleno,
as costas retas, as pernas firmes,
o abraço que me dou.

Minha casa é o regaço onde me refugio,
o seio que me alimenta,
o acalanto que me tranqüiliza.

Minha casa é o meu pedaço de chão;
carrego-a no colo com cuidado.

A minha casa é o meu tempo.

Carrego minha casa pelo caminho
e ela me leva consigo.

= = =

Pra Shi.

2 comentários:

Dudu disse...

A minha casa está em algum lugar. Não neste plano, e sim na lendária rua dos bobos, número zero, mas muito próxima de um lugar mais vivo. E no Rio de Janeiro

cris s. disse...

a minha costumava ser no mundo da lua - sempre me senti meio selenita - mas acho que estou de mudança... ;-)